Trailer: Beat Bugs


Inspirada nos Beatles e com covers de mais de 50 músicas da banda, Beat Bugs, série de animação original da #Netflix, estreia em agosto de 2016.

A seguir, leia o comunicado de imprensa com mais informações e assista ao trailer.




Famílias do mundo todo vão se reunir em torno de "BEAT BUGS",
a série infantil Original Netflix inspirada nos Beatles

BEAT BUGS, série de animação inspirada nas canções dos Beatles, conta com a participação dos artistas internacionais Eddie Vedder, P!nk, James Bay, Sia, The Shins, Of Monsters and Men, Chris Cornell, Regina Spektor, James Corden e Birdy.

Los Angeles, 10 de fevereiro de 2016 - A Netflix, em parceria com as produtoras Grace: A Storytelling Company (Grace), Thunderbird e Beyond Screen Production, anunciaram hoje que a aguardada série infantil BEAT BUGS chegará à Netflix no segundo semestre. BEAT BUGS apresenta personagens originais em um universo criado por Josh Wakely, que escreveu, dirigiu e produziu a série após um acordo com a Sony/ATV Music Publishing pelos direitos de regravação das canções para esta produção.

BEAT BUGS utiliza canções do catálogo Lennon/McCartney da  Northern Songs para contar histórias positivas e otimistas, repletas de esperança e melodia. Artistas internacionais, animadores e roteiristas se uniram para criar esta incrível série. Encantadores, engraçados e aventureiros, os personagens de BEAT BUGS estão sempre se envolvendo em confusão. Cada um dos cinco amigos (Jay, Kumi, Crick, Buzz e Walter) tem uma personalidade distinta, e todos retratam com encanto crianças adoráveis e cheias de energia. São cinco amigos que se unem para explorar e aprender sobre o imenso jardim onde vivem, que para eles é todo seu universo.

A série apresentará novas versões de algumas das canções mais conhecidas dos Beatles, atreladas à narrativa de cada episódio e interpretadas por Eddie Vedder, P!nk, James Bay, Sia, The Shins, Of Monsters and Men, Chris Cornell, Regina Spektor, James Corden e Birdy. Outras colaborações serão anunciadas nos próximos meses. Dentre as canções interpretadas, estão: Help!, All You Need Is Love, Come Together, Penny Lane, Yellow Submarine, Lucy In the Sky with Diamonds, Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band e Magical Mystery Tour.

“É muito raro ter em mãos uma série infantil tão original e tão perfeita para a Netflix”, disse Andy Yeatman, diretor de Conteúdo Infantil Original da Netflix. “Josh e sua equipe não apenas criaram um programa infantil fascinante repleto de lições importantes, mas também uma série que vai transcender gerações, fazendo com que pais e avós se divirtam ao lado de seus pequeninos", complementou o executivo.

"Estou muito feliz em participar deste projeto do Josh”, disse Eddie Vedder. “É uma série infantil incrível, com uma animação linda e ótimas histórias. E, obviamente, algumas das melhores canções do mundo."

Josh Wakely comenta: “Dar vida a BEAT BUGS na Netflix e ter essa plataforma para reimaginar canções tão adoradas para famílias do mundo todo é uma experiência emocionante e gratificante. Nossos parceiros foram fantásticos ao transformar o conceito em realidade, e este é um ótimo exemplo da perspectiva inovadora da produtora Grace."

Este é o primeiro projeto da produtora independente de Wakely, a Grace: A Storytelling Company (Grace), que tem como sócio Trevor Roy, produtor executivo de BEAT BUGS. A premiada produtora Thunderbird também assina a produção, juntamente com a Beyond Screen Production. O estúdio Atomic Cartoons, do grupo Thunderbird, está trabalhando na animação da série.

Junto com o lançamento da série na Netflix, a Republic Records – principal selo de trilhas sonoras da indústria televisiva e cinematográfica – lançará a trilha da série em parceria com a Melodia. O renomado artista australiano Daniel Johns assina a direção musical da série, trabalhando com artistas e músicos na reinterpretação das canções. Esta é a primeira colaboração da Republic Records com uma série de animação infantil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Reservo o direito de não publicar ou remover comentários ofensivos ou irrelevantes.

Ao invés de perguntar quando chega um novo filme ou temporada de série, consulte a última lista de futuros lançamentos.