Ganhe 1 ano de Netflix grátis!

Globo.TV+, novo serviço de vídeo sob demanda, entra em fase de testes

"A programação da Globo do jeito que você quiser" é o slogan do serviço. Muito apropriado, pois fornece apenas conteúdo criado pela Globo, como novelas, séries, programas jornalísticos, de variedades e esportivos.

A programação sob demanda pode ser vista em computadores, celulares e tablets, ao custo de R$ 12,90 por mês. O pagamento é via cartão de crédito ou débito em conta, mas é possível "degustar" o serviço gratuitamente por 15 dias. Com a assinatura, o usuário ganha também uma conta de e-mail @globo.com com 10GB de capacidade. Por enquanto, o serviço está restrito a Minas Gerais.




Citando o artigo da Folha:
O investimento da Globo na web segue uma tendência de crescimento desse mercado. Segundo levantamento do Ibope obtido pela Folha, o consumo de conteúdo "on demand", em plataformas como Netflix, Netmovies e iTunes, subiu no país.

Em agosto deste ano, correspondeu a 8,5% dos usuários únicos da internet. Cerca de 4,3 milhões de pessoas, em um universo de 50,7 milhões. Em agosto de 2011, o número de usuários de serviços streaming era de 2,8 milhões.

Não é só a Globo que tenta abocanhar esse público ávido por conteúdo na web.

O Grupo Bandeirantes já disponibiliza a programação das suas rádios e do canal de notícias Band News em aplicativos para celulares e tablets. No sábado, a Band fará um teste, transmitindo ao vivo o Miss Brasil 2012.

SBT e Record também estão desenvolvendo estudos sobre o tema. O aplicativo da Rede TV! para smartphones e tablets já recebeu mais de 13 mil downloads.

E o mercado de vídeo sob demanda, insípido antes da entrada da Netflix, continua a esquentar. Confira o infográfico da editoria de arte/Folhapress:



Fontes: globo.tv+Folha de S.Paulo.

9 comentários:

  1. Não sei o que há de novo nesse serviço. No ano passado a Globo repaginou ou Globo Media Center e mudou o nome para globo.tv. Agora tem esse globo.tv + que me parece a mesma porcaria de sempre. Vale salientar que vários programas como Jô e algumas das melhores mini-séries, não são transmitidos na íntegra, por questões de direitos autorias. Programação de canais pagos como GNT e Multishow também não são transmitidos na íntegra. Outra coisa a se comentar é que a programação não fica disponṕivel pra sempre. Se você vai assinar pensando em assistir uma novela que perdeu no ano passado, tire o cavalo da chuva. Depois de alguns meses os progrmas saem do catálogo. Fui assinante Globo até o ano passado, mas recentemente cancelei minha assinatura, pois não tinha nada que me interessava.

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Ricardo! ;)

    http://www.gizmodo.com.br/rede-globo-cria-servico-semelhante-a-netflix-com-programacao-propria/

    ResponderExcluir
  3. Acho que precisa gostar muito do conteúdo produzido pela globo p/ pagar este valor.

    Se o serviço do netmovie não fosse tão tosco, eu diria que valeria a pena investir essa grana no serviço deles.

    ResponderExcluir
  4. Outros serviços que eu acho que vale a pena citar:

    Watch ESPN (antigo ESPN 360):
    Vídeos de eventos esportivos, ao vivo e reprises, além de programas produzidos pelo canal.
    Disponível gratuitamente para assinantes Vivo, Sky e TV Alphaville.


    Esporte Interativo Plus:
    A proposta é similar ao anterior, vídeos de eventos esportivos, ao vivo e reprises, além de programas produzidos pelo canal.
    Disponível mediante assinatura de R$ 9,90 mensais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que isso prova o potencial brasileiro na web. Em breve teremos uma guerra por assinantes. Isso vai ser muito bom para que os catálogos sejam ampliados e melhorados. :-)

      Só espero que as teles invistam em insfraestrutura, caso contrário logo vamos ver a volta das franquias de consumo nos links de banda larga, assim como acontece no 3G. Sem falar do famijerado traffic shaping que algumas operadoras já aplicam sorrateiramente sem os assinantes saberem.

      Excluir
  5. eu não troco o netflix por um streaming da globo nem que fosse de graça.

    ResponderExcluir
  6. Faltou falar do crunchyroll, apesar de oferecer o serviço somente em inglês, japonês (audio) e espanhol está disponível para assinantes brasileiros.

    ResponderExcluir
  7. Tem também o Sundaytv, do Terra, que tem lançamento e filme de catálogo.

    ResponderExcluir

Reservo o direito de não publicar ou remover comentários ofensivos ou irrelevantes.

Ao invés de perguntar quando chega um novo filme ou temporada de série, consulte a última lista de futuros lançamentos.