Ganhe 1 ano de Netflix grátis!

Teclas de atalho para comandos "especiais"

Estes comandos "especiais" têm uso limitado, mas ajudam a descobrir e resolver vários tipos de problemas quando se está usando a Netflix em um PC:
Comandos especiais
[Alt]+[Shift]+[MouseClick]
[Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[D]
(opção do menu)
[Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[L]
[Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[P]
[Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[S]
[Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[C]
Menu / Diagnostics
A/V Stats ("informação de vídeo")
Load Custom DFXP File ("carregar legenda")
Logging ("mensagens")
Player Info ("informação do reprodutor")
Stream Manager ("gerenciamento de stream")
Codes ("códigos")
É importante notar que estes comandos (exceto o 1º) não funcionam em tela cheia, e apresentam a maioria das informações em inglês e em nível técnico.

Eis a descrição de cada item (pelo que pude observar):

Menu / Diagnostics: esta janela pode ser aberta (e fechada) apertando simultaneamente as teclas [Alt]+[Shift] e clicando com o botão esquerdo do mouse. Aberta, mostra um menu de opções de diagnósticos (ver imagem ao lado) que podem ser abertas com o mouse. A maioria dessas opções também pode ser aberta por um atalho de teclado, exceto "Load Custom DFXP File" e "A/V Sync Compensation".


A/V Stats: [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[D] abre uma janela com informações do reprodutor de vídeo e detalhes do stream, incluindo:
- versão do reprodutor de vídeo
- uso de memória e CPU
- bitrate de reprodução e de buffering
- frames reproduzidos / perdidos
- aceleração de vídeo por hardware

A informação de uso de CPU (CPU Usage) e aceleração de vídeo (GPU Acceleration) podem lhe ajudar a descobrir se seu PC tem capacidade de processamento suficiente para a reprodução de vídeos. Isto é especialmente útil para quem micros antigos ou netbooks.


Logging: [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[L] mostra algumas mensagens de diagnóstico do reprodutor, como preferências de idioma, erros em processamentos de legendas e outros.



Player Info: [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[P] exibe informações sobre o seu sistema:
- Versão do reprodutor, plugin Silverlight e "Client Esn"(?)
- Sistema operacional: tipo e versão
- Placa de vídeo: fabricante, modelo e versão do driver
- Navegador: tipo e versão
- Tela: dimensões da tela e da janela do vídeo
- Armazenamento: limite e espaço disponível
- Diversos: idioma, up time do computador (em horas, mas sem os dias)



Stream Manager: [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[S] abre o gerenciamento de stream. Aqui você vê o bitrate do vídeo sendo reproduzido e do que está sendo baixado para o buffer. Em teoria, a seleção do bitrate de vídeo é automática - ou seja, se a sua conexão permitir, será usado o maior bitrate possível (fornecendo a melhor qualidade de áudio e vídeo). Mas você pode forçar o uso de um bitrate específico, por exemplo, caso não se importe muito com a qualidade da imagem e esteja compartilhando a Internet com outra pessoa e/ou para outros usos.

Por outro lado, se você deseja a melhor qualidade de reprodução possível, pode forçar o uso do maior bitrate. Mas note que se sua conexão não suportar tal velocidade, ocorreram pausas durante a reprodução para o preenchimento do buffer.


A/V Sync Compensation: permite alterar a sincronia entre o vídeo e o áudio.


Codes: [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[C] é o que menos entendi até agora. Além de tingir a interface de verde, ele exibe quatro "códigos" no canto superior esquerdo da tela. O primeiro parece ser o frame rate, e o segundo está relacionado ao tamanho da janela de reprodução de vídeo e outros fatores (como bitrate e talvez tamanho do buffer). Os dois últimos parecem informar o status da reprodução - por exemplo, o último número costuma ser 002, mas muda para 001 ao chegar no final do vídeo ou 005 enquanto carrega um vídeo novo (como o próximo episódio de uma série).


Load Custom DFXP File: esta é uma das funções mais interessantes, pois permite carregar um arquivo com legendas para assistir com o vídeo. Muito útil para quem deseja (ou precisa) de legendas em vídeos que não oferecem esta opção, ou cujas legendas apresentam algum tipo de problema (como falta de sincronia). Claro, o ideal é reclamar com a Netflix quando há qualquer tipo de problema com uma legenda, mas é muito bom saber que podemos contar com esta opção. Como o assunto é um pouco mais complexo, deixarei os detalhes para um próximo artigo.

13 comentários:

  1. Então não dá mais para carregar uma legenda customizada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não mais (até onde eu saiba)...

      Excluir
    2. Foi descoberto que é possível fazer isto novamente - ao invés de [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[M], é possível acessar o menu via [Alt]+[Shift]+[MouseClick].

      Excluir
    3. Mesmo com o Alt + Shift + MouseClick nao consegui `-`

      Excluir
  2. pra quem nao consegue por legenda no filme pelo chrome [Ctrl]+[Alt]+[Shift]+[T] abre o Load Custom DFXP File

    ResponderExcluir
  3. Alguém consegue inserir legenda externa usando html5? Segui a orientação do Julio, abre a caixa inserir arquivo, mas quando seleciono o arquivo não aprece a legenda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Pedro vc converteu a legenda pra xml em utf-8 depois troco a extencao pra dfxp?

      Excluir
    3. Tenta com o arquivo xml mesmo, comigo deu certo...abs

      Excluir
    4. Consigo inserir a legenda quando asssito com o silverlight (firefox), mas não quando uso o html5 (chrome). Alguém em ajude por favor.

      Excluir

Reservo o direito de não publicar ou remover comentários ofensivos ou irrelevantes.

Ao invés de perguntar quando chega um novo filme ou temporada de série, consulte a última lista de futuros lançamentos.