#Netflix confirma avanço no bloqueio de VPNs e proxies

Poucos dias após ficar disponível mundialmente, a Netflix começou a fechar o cerco a unblockers (serviços que permitem um usuário acessar o catálogo da Netflix de outro país).

Segundo David Fullagar, vice-presidente do Sistema de Entrega de Conteúdo da Netflix:
"Alguns assinantes usam proxies e 'desbloqueadores' para acessar conteúdo que não está disponível no país em que moram. [...] Nas próximas semanas, os assinantes que estiverem usando proxies e desbloqueadores só poderão assistir ao conteúdo do país em que se encontram. O novo sistema não afeta assinantes que não fazem uso de proxies".
A Netflix não explicou como funciona o sistema de bloqueio, mas pelo visto burlar as restrições geográficas da Netflix ficará cada vez mais difícil.

Por outro lado, se o catálogo da Netflix for unificado ou ao menos mais uniforme em todas as regiões, menor será o interesse e procura em burlar os bloqueios - e a Netflix obviamente sabe disso:
"Com o tempo, esperamos poder oferecer o mesmo catálogo de séries e filmes em todos os lugares. Por enquanto, devido à prática de licenciamento de conteúdo por país ou território, nosso catálogo varia de um país para o outro, e continuamos respeitando as leis de licenciamento de conteúdo segundo a localização geográfica do assinante.

Estamos ansiosos para que o nosso conteúdo possa ser disponibilizado em todos os lugares e que assinantes do mundo todo possam assistir ao que quiserem sem precisar driblar o sistema. E estamos batalhando para alcançar esse objetivo".

Veja o texto na íntegra a seguir, ou no blog corporativo da Netflix.



Avanços da detecção de proxies como um serviço global

Se todo o nosso conteúdo pudesse ser disponibilizado globalmente, não haveria razão para os assinantes usarem proxies ou "desbloqueadores" para fazer o nosso sistema acreditar que na verdade estão em outro país. A disponibilização do serviço Netflix em 190 países, como anunciado na semana passada, é mais um passo que nos aproxima desse objetivo, mas ainda há um longo caminho pela frente.

Com o tempo, esperamos poder oferecer o mesmo catálogo de séries e filmes em todos os lugares. Por enquanto, devido à prática de licenciamento de conteúdo por país ou território, nosso catálogo varia de um país para o outro, e continuamos respeitando as leis de licenciamento de conteúdo segundo a localização geográfica do assinante.

Alguns assinantes usam proxies e "desbloqueadores" para acessar conteúdo que não está disponível no país em que moram. Para evitar isso, nós adotamos um sistema igual ou similar ao utilizado em outras empresas. Essa tecnologia evolui com o tempo, e nós acompanhamos essa evolução. Isso significa que nas próximas semanas, os assinantes que estiverem usando proxies e desbloqueadores só poderão assistir ao conteúdo do país em que se encontram. O novo sistema não afeta assinantes que não fazem uso de proxies.

Estamos ansiosos para que o nosso conteúdo possa ser disponibilizado em todos os lugares e que assinantes do mundo todo possam assistir ao que quiserem sem precisar driblar o sistema. E estamos batalhando para alcançar esse objetivo.

--David

David Fullagar é vice-presidente do Sistema de Entrega de Conteúdo da Netflix.

24 comentários:

  1. Alguma previsão da 5 temporada de teen Wolf?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem informações no momento, mas se eu descobrir algo publicarei a respeito - portanto, continue acompanhando o blog (principalmente as listas de futuros lançamentos).

      Excluir
    2. A Netflix realmente pretende lançar esses títulos que estão na lista de futuros lançamentos?? A impressão que dá é que estão dando mais atenção as produções próprias, haja visto que já estamos encaminhando para o final da sexta temperada do walking dead e ainda nada de liberar a quinta, 2 anos de atraso. Normalmente eram liberados depois de um ano.

      Excluir
    3. Luiz, vários títulos que estão na lista de futuros lançamentos foram anunciados pela Netflix, incluindo muitas produções originais. Porém, se você ler (ou reler) as observações que estão na própria lista, verá que não há garantia nenhuma de que todos os títulos venham um dia a ficar disponíveis.

      A próxima temporada de The Walking Dead deve chegar à Netflix neste ano.

      Excluir
    4. gostaria de ressaltar q a demora nas novas temporadas de series de sucesso da fox como twd ou ahs sao devido a criação do serviso de streaming da fox(foxplay).

      Excluir
  2. Achei muito estranho a série Black Sails ter chegado primeiro na Netflix. Está série é uma das que farão parte da programação dos novos canais da Fox Premium que serão lançados em fevereiro. Os canais Fox One e Fox Action.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É possível que a licença da série tenha sido negociada há muito tempo...

      Excluir
    2. Black sails é chata pra vc, caramba o seu fator seletivo deve ser de ultimo grau, essa serie de pirata nao so da de 10 a zero em crossbone, como é muito envolvente com trama boa e açao na medida certa, eu fico curioso em saber qual a serie que seria otima pra tu

      Excluir
    3. Primeiramente, Elias Barroso, eu não assisti crossbone para poder fazer comparações, mesmo porque, eu não devo gostar também já que não sou fã do gênero. (minha "cota" já foi preenchida com Piratas do Caribe).

      E já que você quer saber de quais séries eu gosto, vai aí a lista de algumas:

      House of Cards.
      Jéssica Jones
      Demolidor
      Frankie and Gracie
      Hemlock Grove.
      Americam Summer.
      Unbreakable Kimmy Schmidt.
      Sense8.

      Só pra citar as originais da Netflix que eu me lembro.

      Bones
      Teen Wolf
      Drop Dead Diva
      Revenge
      Arrow
      Flash
      White Collar
      Once Upon a Time
      Glee
      Law and Order SVU (não mais disponível)
      Brooklyn 99
      How I met your mother
      Entre outras, incluindo alguns sitcoms da Disney tipo, Lab Rats, Jessie e por aí vai.

      Excluir
  3. Achei muito estranho a série Black Sails ter chegado primeiro na Netflix. Está série é uma das que farão parte da programação dos novos canais da Fox Premium que serão lançados em fevereiro. Os canais Fox One e Fox Action.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flávia, uma dúvida: costumo ver muitos comentários duplicados no blog, como neste caso o seu. Poderia me dizer se chegou a aparecer alguma mensagem de erro durante o envio, se precisou recarregar a página, etc.? A depender de qual for o problema, talvez eu consiga resolver...

      Excluir
    2. Ricardo acontece comigo quando eu entro no blog pelo celular, posto um comentario e depois de postado aperto pra voltar.

      Excluir
  4. Não apareceu erro e também não enviei 2 vezes.
    De vez em quando isso aparece mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Popcorn,Stream.io , zona e etc estão ai atualizadíssimos com filmes e temporadas que não chegam nunca na Netflix.
    Acorda Netflix!

    ResponderExcluir
  6. quando todo o conteudo da netflix for disponibilizado em todo mundo sem restriçoes e a netflix comecar a cobrir eventos ao vivo como jogos sera definitivamente o fim da tv aberta e fechada no mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Netflix já declarou várias vezes que não pretende exibir conteúdo ao vivo...

      Excluir
  7. Ricardo, a Netflix já começou a mudar de ideia http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2016/01/19/interna_diversao_arte,514432/netflix-estuda-exibir-programas-ao-vivo-incluindo-esporte-e-noticiari.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Layne, essas matérias são mais do que especulativas, para dizer o mínimo.

      Se você ler o que o Ted Sarandos realmente disse, ele deixa claro que não querem cobrir eventos esportivos ao vivo como os exibidos hoje pela TV aberta ou canais pagos. No máximo a Netflix teria programas esportivos "originais", dos quais teria propriedade total.

      E fica clara a incoerência do artigo que indicou quando o mesmo diz que que "os próximos passos" da Netflix serão "programas ao vivo", e no parágrafo seguinte citam Ted Sarandos dizendo que não possui planos para isso no momento.

      Acredito que, se houver uma oportunidade lucrativa imperdível, nada impede a Netflix de se aventurar em programação ao vivo, mas não consigo ver isso acontecendo a curto prazo ou nos moldes de programação convencional de TV.

      Excluir

Reservo o direito de não publicar ou remover comentários ofensivos ou irrelevantes.

Ao invés de perguntar quando chega um novo filme ou temporada de série, consulte a última lista de futuros lançamentos.