Atualização de 22/04/2016

Onze títulos, sendo 9 novidades, chegaram hoje à #Netflix.


Veja a seguir a lista com todas as atualizações.

As últimas novidades são:
(2003) Anjos da noite
(2015) Catching the Sun
(2011) O Despertar
(2016) Patton Oswalt
(2011) Rosewood Lane
(2015) Sicario: Terra de Ninguém
(2010) Skyline: A invasão
(2012) The Dinosaur Project
(2005) The Karate Dog
(2009) The September Issue
(2014) We'll Never Have Paris
Os títulos abaixo parecem não estar disponíveis no momento:
(2013) American Promise
(2010) Joan Rivers: A Piece of Work

O catálogo da Netflix no Brasil possui hoje:
3.119
filmes
+602
séries
= 3.721
títulos
 
+25.746
episódios
=28.865
vídeos
3.119 filmes cobrindo 10 décadas:
1920-1929:     1 ( 0%) =
1930-1939:     3 ( 0%) =
1940-1949:     2 ( 0%) =
1950-1959:    17 ( 0%) =
1960-1969:    44 ( 1%) =
1970-1979:    56 ( 1%) =
1980-1989:   149 ( 4%) ===
1990-1999:   318 (10%) ======
2000-2009:   962 (30%) ================
2010-2016: 1.567 (50%) ==========================
602 séries (considerando o ano do ep. mais recente de cada série) cobrindo 5 décadas:
1970-1979:     2 ( 0%) =
1980-1989:     5 ( 0%) =
1990-1999:    42 ( 6%) ====
2000-2009:   187 (31%) ================
2010-2016:   366 (60%) ===============================

Obs.: estas informações foram obtidas com a Netflix e não posso garantir que sejam precisas. Títulos listados como "novos" poderiam já estar disponíveis, mas só foram detectados por meu software recentemente. Ao pairar o cursor do mouse sobre um título serão mostradas informações sobre o mesmo. Paire o cursor do mouse sobre o balão para ver os idiomas das legendas. Os links dos títulos apontam para o site da Netflix, e para abrí-los é preciso ser cadastrado e ter feito o login. Informações alteradas após esta publicação não serão atualizadas, confira a página principal do blog ou o site da Netflix para informações atuais.

15 comentários:

  1. Muito bom esse Blog, não parem de postar nunca ♡ Mas de onde vocês tiram essas informações?? Digo, qual é a fonte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, Jorge!

      Sinceramente, às vezes dá vontade de chutar o balde... A Netflix inicialmente tinha uma API para programadores desenvolverem aplicativos com informações do catálogo, mas com o tempo ela foi para o outro extremo, fechando a maioria das fontes de informações que eu utilizava. Por esse motivo, prefiro não detalhar como obtenho todas as informações que publico, mas posso lhe garantir que todas elas vêm da própria Netflix.

      Excluir
  2. Ah sim, pois então NUNCA pare de transmitir as informações e caso isso acontece divulgue a fonte porque olha.. foi difícil achar esse site 😂😂

    ResponderExcluir
  3. Puxa, Ricardo... sério isso? Que triste, cara. Você tem feito um serviço excelente, pena que dificultaram as coisas.
    Espero que isso não te desanime. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, Maclaud!

      Certos dias meus programas param de funcionar, e tenho que descobrir o problema, achar uma solução/alternativa e reescrever o código. Infelizmente isto vem acontecendo com cada vez mais frequência, e certamente desanima. Além da Netflix, o Google também não anda colaborando comigo (chegou a tirar o blog do ar por quase 24h)... mas apesar disso (e outros contratempos), continuo preparando algumas novidades para breve que, espero, melhorem o blog ainda mais para os leitores!

      Excluir
  4. Não fazia ideia do quão difícil era obter as informações que você compartilha conosco nesse blog. Agradeço pela sua determinação e por ainda não ter chutado o balde.

    Existem aspectos do funcionamento da Netflix que eu não consigo entender. Por que não há como organizar a Minha Lista? Seja por ordem alfabética, ano de lançamento, gênero, ou, um dos aspectos mais importantes, proximidade de expirar. É tão complexo implementar essa função?!

    Também acho muito estranho como disponibilizam certos filmes em seus aspectos corretos e c/ áudio 5.1, mesmo títulos mais antigos, enquanto alguns mais recentes não são tratados da mesma forma.

    Não engulo a explicação que me deram, da responsabilidade ser da produtora ou distribuidora. Os critérios da Netflix deveriam ser mais elevados, a fim de entregar o melhor produto dentro do padrão que eles mesmos estabeleceram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Netflix é da opinião de que "quanto menos, melhor": por isso a interface costuma ser bem espartana. A facilidade de uso é talvez uma das maiores marcas da empresa, mas incomoda quem gostaria de ter mais opções (como eu e você). Mas quem deixaria de assinar o serviço: um usuário "avançado" que acha o sistema muito simples, ou alguém "avesso a tecnologia" que acha o sistema muito complicado?

      Quanto aos formatos e qualidades dos vídeos, isso era sofrível no início (beirando o ridículo: pelo menos metade dos vídeos que eu assistia tinham problemas de áudio, vídeo e/ou legendas). Ela melhorou e continua melhorando muito, mas se o produto vem com problemas da fonte, realmente não há o que a Netflix possa fazer para resolvê-los exceto solicitar as correções ao fornecedor.

      Excluir
  5. Eu visito o blog diariamente e acho incrível o que você faz... Agora, sabendo de todas as dificuldades, passei a admirar ainda mais.

    ResponderExcluir
  6. ótimo blog rapaz..sempre passo aqui para ver as novidades

    ResponderExcluir
  7. Ricardo, apesar das dificuldades espero que você mantenha condições que te ajudem a permanecer com o blog. Na verdade a Netflix deveria contratar você pra continuar com essas postagens e estatísticas excelentes que você nos traz. Isso só aumenta a divulgação pro serviço, não? Parabéns pelo seu trabalho. Sou leitor diário do blog. Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Sabe quando vai ser disponibilizado a 5 temporada de pretty little liars?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem informações no momento, mas se eu descobrir algo publicarei a respeito - portanto, continue acompanhando o blog (principalmente as listas de futuros lançamentos).

      Excluir

Reservo o direito de não publicar ou remover comentários ofensivos ou irrelevantes.

Ao invés de perguntar quando chega um novo filme ou temporada de série, consulte a última lista de futuros lançamentos.